Agener União 15 anos

Coragem, inquietação, inconformismo, perseverança, determinação.

Acho que estas palavras servem para iniciar uma breve descrição da vida de João Marques de Paulo. O que leva um menino que nasceu na roça, que foi colocar o primeiro sapato nos pés já mocinho e quase sem estudos, a se tornar um grande líder familiar e empresarial?

Acredito que seja a somatória de todos os valores acima citados acrescido de muita necessidade. João Marques de Paulo, que ficou órfão de mãe muito pequeno e que era maltratado por sua madrasta, foge de casa com seus 5 irmãos do lugarejo chamado Carmo do Cajim – MG. Juntos vão para Belo Horizonte iniciar sua trajetória.

Vendedor de jornal na rua durante o dia, vendedor de pipoca durante à noite na porta do cinema, foram seus primeiros passos na atividade mercantil. Garçom, pedreiro, eletricista. Estas foram algumas das suas atividades até que um dia, aconselhado por um tio de sua esposa, procura emprego como Propagandista Médico.

mosaico_15anos2
mosaico_15anos1

Há mais de sessenta anos atrás, trabalhando no Instituto Pinheiros, na época o maior laboratório brasileiro, João Marques de Paulo vai assumir o posto no Vale do Jequitinhonha, região norte de Minas Gerais, uma das regiões mais pobres do Brasil, até hoje.

No começo iniciando as suas viagens de trem e continuando no lombo de um burro, logo se destacou como um dos grandes PVC (Propagandista, Vendedor e Cobrador) da empresa, conforme revelam os jornais do Instituto Pinheiros da época e que ele guardou durante toda a sua vida, com grande orgulho. Utilizando sempre sua grande capacidade de persuasão, João Marques de Paulo aplicou estratégias de aproximação com os médicos, que logo o diferenciaram dos colegas de profissão.

A que mais gostava de relatar era que em todas as viagens, levava sua mala repleta de exemplares da revista “O Cruzeiro”, (um misto de Veja com Revista Caras da atualidade), que raramente chegavam àqueles lugares tão distantes, para dá-las às esposas dos médicos que visitava.

Naquela ocasião era comum o médico convidar o propagandista para fazer refeições em suas casas. Na sua despedida vinha sempre a pergunta que ele mais esperava: “Sr. João, quando o senhor vai voltar?”

O que de pronto ele respondia:
“Não sei, seu marido está receitando pouco os meus produtos e a empresa está querendo me demitir”. Estava dando o bote.

Gostava de contar de um médico que veio falar com ele e disse:
“João Marques, o que você faz? Não aguento mais a minha mulher e minha sogra ficarem me perguntando se eu estou receitando seus produtos!”.

Nesta empresa ele ficou 8 anos, posteriormente foi trabalhar no laboratório Le Petit, onde ficou por 4 anos. Após 12 anos de profissão, deu início à sua trajetória empresarial, fundando em BH uma distribuidora de medicamentos chamada Farmazonte. Em seguida inicia a sua atividade em São Paulo e funda os laboratórios Joma e Sintoquímica, na década de 60.
No final destes anos, motivado pela grave doença de sua esposa, muda-se de São Paulo e sai do setor por dois anos. Foram períodos difíceis e João Marques de Paulo acaba perdendo quase todo o capital que tinha conseguido acumular durante todo este tempo.

Retornou para São Paulo e com o dinheiro que ainda restava, comprou em 1970 o laboratório Prata, empresa fundada em 1936 e que fabricava 5 produtos: Elixir Prata, Tônico Prata, Digestivo Prata, Quebra Pedra Prata e Sanoderma Ferraz. Deu-se início então ao que conhecemos hoje como União Química Farmacêutica Nacional. Uma empresa brasileira com quase 80 anos de história no mercado farmacêutico humano.

No ano 2000, a União Química Farmacêutica Nacional decidiu ampliar seus negócios e surge uma nova unidade de negócios – a Agener União Saúde Animal.

mosaico_15anos4

E hoje, com apenas 15 anos de idade, já é uma das maiores empresas do setor farmacêutico veterinário do país. Atuante nos segmentos Pet, Grandes Animais, Reprodução Animal (Tecnopec) e Biotecnologia (Bthek), visando desenvolver, produzir e fornecer produtos de qualidade que contribuam para o bem estar e melhoria da saúde, da sociedade e dos animais.

Dessa forma, a União Química e a Agener União, hoje dirigidas por Fernando de Castro Marques, procuram dar continuidade a uma trajetória que já é de muito sucesso, trilhando sempre o caminho da excelência e da transparência em todos os seus projetos.

mosaico_15anos3